Biotecnologia Ambiental

Código: PAMB-5047
Curso: Mestrado em Engenharia Ambiental
Créditos: 4
Carga horária: 60
Ementa: A disciplina tem por objetivo o estudo de processos biotecnológicos em ambientes aquáticos, terrestres e aéreos com especial ênfase nas suas possíveis aplicações no manejo ambiental tais como compostagem, metanogênese,e biorremediação.
1. Introdução à Biotecnologia Ambiental
Microrganismos e principais tipos de metabolismo; Interações microbianas; Diversidade microbiológica;
2. Métodos de Estudo
Cultivo de microrganismos; Avaliação de biomassa; Marcadores moleculares e indicadores de diversidade; Biorepórteres, Biosensores e Microsondas.
3. Biotecnologia de águas e saúde pública
Microbiologia de águas; Transmissão e deteção de patógenos; Indicadores de qualidade de águas; Cianobactérias e Algas; Monitoramento de ambientes aquáticos; Manejo de áreas alagadas.
4. Biotecnologia do solo e aterros sanitários
Microrganismos do solo e rizosfera. Interações planta-microrganismos; Dinâmica da matéria orgânica no solo. Compostagem; Metanogênese; Transformações do Nitrogênio: amonificação, nitrificação, desnitrificação, fixação do nitrogênio. Transformações do fósforo e enxofre. Biomineração;
5. Aerobiologia
Microrganismos do ar. Dispersão e transporte. Chuva ácida. Monitoramento e controle de patógenos e toxinas em ambientes aéreos
6. Biodegradação e Biorremediação de ambientes degradados
Biodegradabilidade de compostos xenobióticos; Métodos de avaliação. Biodegradação anaeróbia. Biorremediação de ambientes degradados. Principais aplicações biotecnológicas.
Bibliografia: Hurst, C., Knudsen, G.R, McInerney M.J, Stetzenbach, L.D. (Eds). 1997. Manual of Environmental Microbiology. ASM Press, Wahsington
Brock, D. Madigan, L. 1996 . Biology of Microrganisms. Academic Press
Lynch, J. 1985. Soil Biotechnology. CRC press.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910